Em Córdoba, Felipe Giaffone coloca MAN TGX na segunda fila do grid da Truck

Felipe Giaffone na Fórmula Truck 2013

A última etapa do Campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck, válida também pela sétima do Brasileiro, deverá ser uma das mais exigentes da temporada, em um verdadeiro teste de resistência para pilotos e caminhões. Hoje, em treino classificatório disputado sob intenso calor, de 34 graus Celsius, a equipe MAN Latin America conquistou um bom resultado com Felipe Giaffone, que vai alinhar seu caminhão MAN TGX na segunda fila, após registrar o quarto melhor tempo no Top Qualifying.

Vídeo: Treinos classificatórios da RM Motors em Córdoba (ARG):

“Acabei cometendo um erro na Curva 3 que me custou a pole position, mas isso faz parte do jogo: já fiz outras poles justamente por conta do erro de outros pilotos, já que é bem difícil fazer uma volta perfeita na Truck (no classificatório o piloto faz apenas uma volta rápida). Tenho caminhão para vencer a corrida, ainda mais porque não tenho chances de ser campeão e vou poder arriscar mais na estratégia para lutar pela vitória na Argentina”, diz Giaffone, vencedor da última etapa da Truck em 2013, em Cascavel, e também primeiro colocado na prova de Córdoba de 2012.

O atual campeão da categoria, Leandro Totti, vai alinhar seu caminhão Volkswagen Constellation na sexta fila, após registrar a 11a melhor marca em 1m33s803. O paranaense lidera a tabela deste ano com 59 pontos, 11 a mais que o segundo colocado. Amanhã, 31 pontos estarão em jogo na corrida argentina.

“Pelo que vimos, vai ser uma corrida de resistência, então, mesmo não estando nas três primeiras filas, temos chances de sair daqui com o título. A questão chave será receber a bandeirada, já que pilotos de todas as equipes tiveram dificuldades no quesito confiabilidade durante os treinos aqui em Córdoba”, diz Totti.

Chefe da equipe MAN Latin America, Renato Martins destacou as características do circuito que recebe a sétima etapa como um dos motivos de preocupação de todas as equipes da Truck com a confiabilidade amanhã. “No ano passado, apenas quatro caminhões terminaram a corrida, e não estava calor como agora. As retas em Córdoba são muito longas e seguidas, o que exige muito do motor e também dos freios”, diz Martins, citando o circuito de alta velocidade, com média horária de 145 km/h.

Débora Rodrigues largará na 19a colocação e André Marques, em 25o. “Com certeza o ritmo de todos os pilotos, inclusive os ponteiros, será de 4 a 5 segundos mais lento amanhã, para aguentar o ritmo de prova. Será uma corrida de estratégia: quem souber acelerar mas ao mesmo tempo poupar o equipamento estará no pódio”, diz a única mulher a competir na Truck.

A largada da sétima etapa da Fórmula Truck será amanhã, às 13h, com transmissão ao vivo da TV Band.

Top Qualifying
1º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 1min32s231
2º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 1min32s247
3º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 1min32s459
4º) Felipe Giaffone (SP/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min32s526
5º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 1min32s864
6º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 1min32s969
7º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 1min33s155
8º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 1min33s356

Treino classificatório
9º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 1min33s527
10º) Alex Caffi (ITA/Iveco), Dakarmotors, 1min33s683
11º) Leandro Totti (PR/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min33s803
12º) Alberto Cattucci (SP/Volvo), ABF/Volvo, 1min33s954
13º) Raijan Mascarello (MT/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 1min34s124
14º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 1min34s469
15º) Adalberto Jardim (SP/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min34s653
16º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 1min34s696
17º) Jansen Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, 1min34s814
18º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, 1min35s433
19º) Débora Rodrigues (SP/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min35s550
20º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 1min36s656
21º) Ronaldo Kastropil (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 1min37s001
22º) Djalma Fogaça (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 1min37s644
23º) Edu Piano (SP/Ford), Território Motorsport, 1min38s564
24º) Rogério Castro (GP/Volvo), ABF/Volvo, 1min45s595
25º) André Marques (SPMAN), RM Motors-MAN Latin America, sem tempo
26º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, sem tempo.

—————————————————————–
Texto: Rodrigo França
Imagens: Orlei Silva e formulatruck.com

Giaffone considera que tinha condições de fazer mais uma pole

Felipe Giaffone

A curva Três foi o ponto crítico para Felipe Giaffone, vencedor da etapa de Córdoba no ano passado e que sairá na segunda fila em Córdoba. “Eu tinha caminhão para fazer mais uma pole, mas errei naquele ponto”, admitiu o piloto. “O que não desmerece quem fez a pole, eu mesmo já saí na pole sem ser o mais rápido. Apesar de ser um caminhão em desenvolvimento, sei que tenho um bom equipamento para a corrida. Como não estou na disputa pelo título, posso arriscar mais”, sugeriu.

Paulo Salustiano festejou neste sábado (7), na Argentina, a conquista de sua primeira pole-position na Fórmula Truck. Tendo figurado entre os três mais rápidos durante todo o fim de semana da sétima prova de 2013, o paulista cravou a melhor volta da fase decisiva da tomada de tempos classificatória no Autódromo Oscar Cabalén, em Alta Gracia, na província de Córdoba, palco da corrida da tarde deste domingo.

Beto Monteiro é segundo no grid. Mais rápido de todo o fim de semana, tendo liderado dois dos quatro treinos livres, Roberval Andrade vai largar em terceiro.

Sétima das dez corridas do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck, a etapa de Córdoba vai definir o título do Campeonato Sul-Americano. Dos seis pilotos que têm chances de conquistá-lo, cinco integraram o Top Qualifying – a segunda e decisiva fase do treino classificatório, que devolve a pista, um a um, os oito pilotos mais rápidos. O único que não obteve a classificação foi o líder da competição, Leandro Totti, que vai largar em 11º.

O Campeonato Sul-Americano foi instituído pela Fórmula Truck em 2010 e o primeiro título foi conquistado por Roberval Andrade, pilotando o Scania da Ticket Car Corinthians Motorsport. Em 2011, o campeão continental foi Felipe Giaffone, competindo com o Volkswagen da RM Motors. No ano passado o campeão foi Totti, então piloto do Mercedes-Benz da ABF Racing Team – em 2013 ele pilota um dos Volkswagen-MAN da RM Motors.

A corrida deste domingo terá transmissão ao vivo da Rede Bandeirantes, em HD, a partir das 13 horas, com apresentação dos bastidores da decisão do título sul-americano e de curiosidades dos bastidores da Fórmula Truck. Téo José comanda a transmissão, com comentário de Eduardo Homem de Mello e reportagem de boxes de Luiz Silvério e Vytor Zeidan. O grid definido no tomada de tempos deste sábado em Alta Gracia é o seguinte:

Top Qualifying
1º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 1min32s231
2º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 1min32s247
3º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 1min32s459
4º) Felipe Giaffone (SP/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min32s526
5º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 1min32s864
6º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 1min32s969
7º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 1min33s155
8º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 1min33s356

Treino classificatório
9º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 1min33s527
10º) Alex Caffi (ITA/Iveco), Dakarmotors, 1min33s683
11º) Leandro Totti (PR/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min33s803
12º) Alberto Cattucci (SP/Volvo), ABF/Volvo, 1min33s954
13º) Raijan Mascarello (MT/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 1min34s124
14º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 1min34s469
15º) Adalberto Jardim (SP/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min34s653
16º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 1min34s696
17º) Jansen Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, 1min34s814
18º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, 1min35s433
19º) Débora Rodrigues (SP/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min35s550
20º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 1min36s656
21º) Ronaldo Kastropil (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 1min37s001
22º) Djalma Fogaça (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 1min37s644
23º) Edu Piano (SP/Ford), Território Motorsport, 1min38s564
24º) Rogério Castro (GP/Volvo), ABF/Volvo, 1min45s595
25º) André Marques (SPMAN), RM Motors-MAN Latin America, sem tempo
26º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, sem tempo
Média do 1º: 144,068 km/h

Já considerado o ponto de bonificação conquistado por Salustiano com a pole-position na Argentina, a classificação do Sul-Americano de Fórmula Truck é a seguinte:

1º) Leandro Totti (PR/Volkswagen), RM Motors-MAN Latin America, 59
2º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF Santos Desenvolvimento, 48
3º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 43
3º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 43
5º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 42
6º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 38
7º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 24
8º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF Santos Desenvolvimento, 23
9º) Djalma Fogaça (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 19
10º) Alex Caffi (ITA/Iveco), Dakarmotors, 17
11º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 13
12º) André Marques (SP/Volkswagen), RM Motors-MAN Latin America, 11
13º) Alberto Cattucci (SP/Volvo), ABF/Volvo, 11
14º) José Maria Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 9
15º) Rogério Castro (GO/Volvo), ABF/Volvo, 8
16º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 6
16º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 6
16º) Edu Piano (SP/Ford), Território Motorsport, 6
16º) Felipe Giaffone (SP/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 6
16º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 6
21º) Ronaldo Kastropil (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 5
21º) Jansen Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, 5
23º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, 4
24º) Débora Rodrigues (SP/Volkswagen), RM Motors-MAN Latin America, 2.

—————————————————–
Com informações de Grelak Comunicação
Imagem: Orlei Silva

Giaffone comanda último treino livre na Argentina

Felipe Giaffone na F-Truck 2013

Felipe Giaffone, que em 2012 conquistou a pole-position e venceu de ponta a ponta a etapa da Fórmula Truck em Córdoba, confirmou em Córdoba sua condição de candidato a repetir os resultados na quarta e última etapa do Campeonato Sul-Americano de Fórmula Truck. O piloto paulista da MAN foi o mais rápido, na manhã deste sábado (7), na quarta e última sessão de treinos livres preparatória para a corrida deste domingo (8).

Nesta última sessão livre, Giaffone cronometrou a volta mais rápida em 1min31s730. Foi 253 milésimos de segundo mais rápido que Paulo Salustiano, piloto do Mercedes-Benz da ABF Racing Team. Roberval Andrade, piloto mais rápido do fim de semana, ficou em terceiro lugar com o Scania da Ticket Car Corinthians Motorsport. Régis Boessio, também com Mercedes-Benz, e Beto Monteiro, de Iveco, completaram o grupo dos cinco mais rápidos.

Andrade já havia estabelecido no terceiro treino do fim de semana, que abriu a programação deste sábado, a volta mais rápida da história da Fórmula Truck para o traçado de 3.691 metros do Autódromo Oscar Cabalén, na cidade de Alta Gracia. Ao liderar com 1min30s978, ele atingiu média horária de 146 quilômetros. O recorde de anterior, do treino classificatório para a etapa do ano passado, era de Beto Monteiro, com 1min31s245.

A tomada de tempos classificatória, com início às 13h, terá transmissão ao vivo pelo site formulatruck.com.br. A corrida de domingo será transmitida em HD pela Rede Bandeirantes a partir das 13 horas, com narração de Téo José, comentário de Eduardo Homem de Mello e reportagem de Luiz Silvério e Vytor Zeidan. Os melhores tempos de cada piloto no último treino livre da etapa argentina, no Autódromo Oscar Cabalén, foram os seguintes:

1º) Felipe Giaffone (SP/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min31s730
2º) Paulo Salustiano (SP/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 1min31s983
3º) Roberval Andrade (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 1min32s119
4º) Régis Boessio (RS/Mercedes-Benz), ABF Desenvolvimento Team, 1min32s244
5º) Beto Monteiro (PE/Iveco), Scuderia Iveco, 1min32s764
6º) João Marcos Maistro (PR/Volvo), Clay Truck Racing, 1min32s795
7º) Raijan Mascarello (MT/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 1min32s801
8º) Geraldo Piquet (DF/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 1min33s047
9º) André Marques (SPMAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min33s077
10º) Wellington Cirino (PR/Mercedes-Benz), ABF/Mercedes-Benz, 1min33s082
11º) Diogo Pachenki (PR/Mercedes-Benz), ABF Racing Team, 1min33s097
12º) Alberto Cattucci (SP/Volvo), ABF/Volvo, 1min33s412
13º) Valmir Benavides (SP/Iveco), Scuderia Iveco, 1min33s453
14º) Ronaldo Kastropil (SP/Scania), Ticket Car Corinthians Motorsport, 1min33s535
15º) Djalma Fogaça (SP/Ford), 72 Sports/Ford Racing Trucks, 1min33s597
16º) Adalberto Jardim (SP/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min33s840
17º) Pedro Muffato (PR/Scania), Muffatão, 1min33s880
18º) Débora Rodrigues (SP/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min33s915
19º) Jansen Bueno (PR/Volvo), DB Motorsport, 1min34s215
20º) Rogério Castro (GP/Volvo), ABF/Volvo, 1min34s801
21º) Alex Caffi (ITA/Iveco), Dakarmotors, 1min35s501
22º) Luiz Lopes (SP/Iveco), Lucar Motorsports, 1min35s571
23º) Edu Piano (SP/Ford), Território Motorsport, 1min36s013
24º) Leandro Reis (GO/Scania), Original Reis Competições, 1min40s082
25º) Leandro Totti (PR/MAN), RM Motors-MAN Latin America, 1min57s712
Média do 1º: 144,855 km/h

————————————————————-
Texto: Grelak Comunicação
Imagem: Orlei Silva

Pilotos da MAN Latin America destacam importância da resistência do caminhão na Argentina

Felipe Giaffone na Fórmula Truck 2013

Os caminhões da Fórmula Truck iniciaram hoje, em Córdoba, a disputa do GP decisivo do Campeonato Sul-Americano, que será neste domingo na Argentina. Após duas sessões de treinos livres, pilotos e equipes reforçaram uma constatação que já havia sido sinalizada na prova do ano passado nesta mesma pista: não basta ser veloz no circuito de Córdoba, é preciso ter um equipamento muito resistente.

Depois de dois anos correndo em Buenos Aires, a Truck transferiu em 2012 a etapa argentina para o veloz circuito de Córdoba, onde a média horária dos caminhões chega a 144 km/h, velocidade bastante alta, comparada apenas a um dos traçados mais rápidos do Brasil, o do anel externo do Autódromo de Brasília.

Com longas retas e também exigindo muito dos sistemas de freio e suspensão, os caminhões são testados ao máximo: no ano passado, apenas quatro pilotos chegaram na mesma volta, sem enfrentar nenhum tipo de problema com o equipamento. A vitória ficou com Felipe Giaffone, com seu caminhão Volkswagen Constellation, resultado que também garantiu o título de marcas para a MAN Latin America em 2012.

“Em todos os circuitos, precisamos encontrar o equilíbrio ideal entre ser rápido no treino classificatório, em volta rápida, mas também constante e resistente ao longo de uma hora de prova. Mas em Córdoba esta equação é ainda mais complicada, pela característica do traçado, de alta velocidade e ao mesmo tempo bem técnico”, diz Giaffone, o quarto mais rápido do dia de hoje, após registrar 1m32s893 com seu novo caminhão MAN TGX, que estreia na Truck neste ano e venceu a etapa passada do campeonato brasileiro, em Cascavel (PR).

Outro complicador neste ano é o calor. Hoje, fez 32 graus Celsius na cidade argentina, uma temperatura acima da média para esta época de final de inverno. A onda de calor se estenderá até terça-feira, quando a previsão indica até 39 graus de máxima.

“No ano passado, as temperaturas eram mais amenas, o que ajudava a encontrar um ajuste mais equilibrado entre caminhão veloz e resistente. A prova deste ano será ainda mais imprevisível”, diz Leandro Totti, atual campeão brasileiro e sul-americano de Truck e que lidera o campeonato de 2013 em seu primeiro ano com a equipe oficial da MAN Latin America.

Única mulher a competir na Truck, Débora Rodrigues fez o 13o melhor tempo no segundo treino livre de hoje, em Córdoba, com seu caminhão Volkswagen Constellation. André Marques foi o 16o.

Amanhã, os caminhões voltam para a pista argentina para disputar mais dois treinos livres e as sessões classificatórias. A corrida no domingo será às 13h, com transmissão ao vivo pela TV Band.

2º Treino Livre – Fórmula Truck

1º) 15 – Roberval Andrade (S, SP), 1:32.525
2º) 55 – Paulo Salustiano (M, SP), 1:32.840
3º) 88 – Beto Monteiro (I, PE), 1:32.873
4º) 4 – Felipe Giaffone (W, SP), 1:32.893
5º) 80 – Diogo Pachenki (M, PR), 1:32.958
6º) 8 – Adalberto Jardim (W, SP), 1:33.850
7º) 3 – Geraldo Piquet (M, DF), 1:33.904
8º) 2 – Valmir Benavides (I, SP), 1:33.946
9º) 71 – Raijan Mascarello (F, MT), 1:34.011
10º) 72 – Djalma Fogaça (F, SP), 1:34.018
11º) 83 – Regis Boessio (M, RS), 1:34.087
12º) 14 – João Maistro (V, PR), 1:34.133
13º) 7 – Debora Rodrigues (W, SP), 1:34.224
14º) 6 – Wellington Cirino (M, PR), 1:34.279
15º) 99 – Luiz Lopes (I, SP), 1:34.532
16º) 77 – André Marques (W, SP), 1:34.534
17º) 11 – Jansen Bueno (V, PR), 1:34.691
18º) 10 – Ronaldo Kastropil (S, SP), 1:34.696
19º) 0 – Alberto Cattucci (V, SP), 1:34.813
20º) 51 – Leandro Reis (S, GO), 1:34.985

1º Treino Livre – Fórmula Truck

1º) 55 – Paulo Salustiano (M, SP), 1:33.305
2º) 88 – Beto Monteiro (I, PE), 1:33.732
3º) 15 – Roberval Andrade (S, SP), 1:34.004
4º) 3 – Geraldo Piquet (M, DF), 1:34.159
5º) 80 – Diogo Pachenki (M, PR), 1:34.205
6º) 14 – João Maistro (V, PR), 1:34.612
7º) 51 – Leandro Reis (S, GO), 1:34.799
8º) 72 – Djalma Fogaça (F, SP), 1:34.836
9º) 83 – Regis Boessio (M, RS), 1:34.949
10º) 71 – Raijan Mascarello (F, MT), 1:35.063
11º) 4 – Felipe Giaffone (W, SP), 1:35.133
12º) 8 – Adalberto Jardim (W, SP), 1:35.148
13º) 10 – Ronaldo Kastropil (S, SP), 1:35.397
14º) 73 – Leandro Totti (W, PR), 1:35.615
15º) 2 – Valmir Benavides (I, SP), 1:35.629
16º) 11 – Jansen Bueno (V, PR), 1:35.702
17º) 6 – Wellington Cirino (M, PR), 1:35.915
18º) 77 – André Marques (W, SP), 1:35.956
19º) 7 – Debora Rodrigues (W, SP), 1:36.090
20º) 99 – Luiz Lopes (I, SP), 1:36.189
21º) 44 – Edu Piano (F, SP), 1:36.968
22º) 21 – Alex Caffi (I, IT), 1:54.435
23º) 0 – Alberto Cattucci (V, SP), 1:59.247.

———————————————————————–
Texto: Rodrigo França
Imagens: Orlei Silva